Rituais de despedida em tempos de pandemia

Os rituais de despedida são formas de reverenciar a vida e não a morte, por essa razão são fundamentais para os que ficam.

Só o tempo vai dizer quais serão as consequências de tantas perdas durante essa pandemia do COVID 19. Estar vivendo na pele esse momento histórico da humanidade, sem dúvida, vai ter um preço para a saúde mental e emocional da população mundial.

Já seria difícil se o luto desse período fosse decorrente apenas da morte repentina de entes queridos. Mas não, para agravar um cenário já complicado, também existe o luto em função de um divórcio, do desemprego involuntário ou da perda dos meios de subsistência.

Contudo, ainda que não saibamos a dimensão do problema é quase inevitável que aconteça um crescimento ainda maior dos casos de transtornos de ansiedade, depressão, estresse pós traumático, entre outros.

Por isso, buscando contribuir e ajudar no caso especifico do luto decorrente de morte, listei abaixo 3 rituais de despedida, que são delicados e faceis de fazer, mesmo no contexto de restrições de aglomeração.

Desejo de coração que, de alguma forma, possam ser úteis aos corações mais aflitos:

Velório virtual

Para alguns pode soar impessoal, mas não é! E funciona melhor do que muitos imaginam. O segredo desse tipo de evento está na organização e na moderação dentro do ambiente virtual, que deve ser feita por alguém de confiança da família, cujo envolvimento emocional com o falecido(a) não seja tão intenso.

Passo-a-passo para um velório virtual:
Reserve uma sala virtual. Agende uma data entre 1-3 semanas do falecimento. Envie os convites aos familiares e amigos e confirme a presença. Passe instruções prévias aos convidados. Separe de 3-4 músicas que você acredita que seriam do gosto da pessoa a ser velada e prepare alguns slides com mensagens ou fotos alegres da família para passar enquanto as músicas são tocadas. Convide previamente de 3 a 4 pessoas que desejem falar algumas palavras de apoio e consolo durante o velório virtual e ao menos 1 pessoa que possa fazer uma prece ou uma oração de encerramento, sempre respeitando a linha religiosa da família.

Ritual da carta de despedida

Um gesto simples, porém, muito significativo. Uma morte repentina ou sem chance de velório adequado nos deixa com a sensação de incompletude, porém, a vida é feita de ciclos e temos vários exemplos disso em nossa rotina como o nascer, crescer e morrer ou as quatro estações do ano, que tem o inverno representando a morte. Há também as quatro fases da lua, onde a minguante representa o final de um ciclo. Portanto, conforme a vida e a natureza nos ensina, tudo que começa precisa terminar e quando terminamos algo corretamente, estamos prontos para deixar ir com menos dor e a carta é uma excelente ferramenta para expressar esse encerramento.

Passo-a-passo para o ritual da carta de despedida: 
Escreva-a preferencialmente durante a lua minguante e separe previamente um dia para poder completar o seu ritual. No dia agendado, que pode ser sozinho(a) ou acompanhado(a), tome um banho morno, concentre-se e se quiser faça uso de ervas de limpeza nesse banho. Vá até um local calmo (pode ser em casa mesmo). Coloque uma música tranquila. Acenda um incenso suave também se quiser. Peça licença a Deus ou ao Univerno, leia sua carta em voz alta, depois, com cuidado, queime-a observando a fumaça subir até o céu. Nesse momento, faça uma prece ou mentalização com fé de que esse gesto será recebido e apreciado com amor pelo seu/sua querido(a). Fique alguns minutos em silêncio absorvendo o momento e encerre agradecendo.

Ritual dos balões

Esse ritual pode ser feito com adultos e com crianças também e quase não tem segredo, basta encher alguns balões e soltá-los ao céu. O importante nesse ritual dos balões é que cada balão tenha um significado para quem solta.

Passo-a-passo para o ritual de despedida com balões:
Agenda uma data e combine com as pessoas que você gostaria que estivessem presentes. Lembre-se de escolher um dia nem muito perto nem muito longe do falecimento. Leve em consideração a previsão do tempo, pois, dias sem nuvens podem dar um toque especial para esse ritual, uma vez que fica mais fácil de observar os balões subindo. Escolha as cores dos balões conforme o seu sentimento e antes de soltá-los diga o que gostaria de expressar ou desejar a pessoa que partiu. Se preferir, pode escrever esses sentimentos em pequenas tiras de papel e colocar dentro dos balões antes de soltá-los. Mais uma vez, recomendo que faça uma prece a seu modo ou apenas mentalize a pessoa sorrindo e essas bolinhas sendo recebidas com carinho e gratidão por ela.

Se precisar de ajuda, não hesite em fazer contato comigo. Muita luz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s