As 5 Linguagens do Amor: aprenda como fazer dar certo uma relação

Uma de nossas necessidades emocionais mais profundas é amar e ser amado, concorda?

No entanto, o que faz uma pessoa se sentir amada não exatamente fará com que a outra se sinta amada.

Esse é o tema do best-seller As 5 Linguagens do Amor, escrito pelo estadunidense e conselheiro matrimonial Gary Chapman.

Com mais de 20 milhões de cópias vendidas pelo mundo, a obra possibilita o aprendizado de como fazer dar certo uma relação a partir da atenção plena na importância das particularidades de cada um ao expressar e perceber o amor.

Segundo o nosso especialista, esse processo é chamado de linguagem e há várias formas de comunicar e compreender a manifestação desse sentimento tão essencial em nossas vidas.

Por isso, convido você a dar o primeiro passo, nesta leitura recheada de dicas sobre As 5 Linguagens do Amor, para descobrir a sua linguagem e também da sua pessoa amada.

Vem comigo!

Quais são As 5 Linguagens do Amor?

A premissa do livro As 5 Linguagens do Amor é bem simples: pessoas diferentes com personalidades diferentes dão e recebem amor de maneiras diferentes.

Logo, reconhecer essas preferências em você e em seu cônjuge possibilita identificar a raiz de seus conflitos, para que um novo começo se aproxime com conexões fortalecidas.

Aqui está uma visão geral de As 5 Linguagens do Amor e algumas dicas para atender às carências de cada tipo de linguagem do amor:

  1. Palavras de afirmação

Pessoas com palavras de afirmação, como uma de As 5 Linguagens do Amor, valorizam demonstrações de afeto escritas e faladas, incluindo incansáveis “eu te amo”, elogios, palavras de apreciação, encorajamento verbal e comunicação digital, como mensagens de texto e engajamento nas redes sociais.

Dica: As palavras têm impacto e causam uma impressão duradoura, então, use-as com sabedoria como, em críticas construtivas ou para enaltecer as coisas boas.

  1. Tempo de qualidade

Outra de As 5 Linguagens do Amor para quem tem desejo de passar mais tempo ativamente com seu parceiro(a) é tempo de qualidade: dar atenção especial, conversas significativas, contato visual e presença de corpo e alma, sem a distração da televisão, telas de telefone ou qualquer outra interferência externa.

Dica: Crie um espaço intencional em sua agenda para o tempo juntos, que pode ser tão simples quanto caminhar ao ar livre.

  1. Atos de serviço

Se, entre As 5 Linguagens do Amor, a sua for atos de serviço, você acredita que as ações falam mais alto que as palavras, revelam cuidados e aliviam suas responsabilidades quando o ser amado faz tarefas para tornar suas vidas mais confortáveis como, café da manhã prontinho na mesa, lavar a louça do jantar ou comprar a ração porque ele(a) teve um dia agitado no trabalho.

Dica: Pergunte diretamente o que ele(a) precisa, antecipando, assim, como você pode facilitar a vida dele(a).

  1. Receber presentes

Receber presentes é uma de As 5 Linguagens do Amor bastante direta: de acordo com o autor do livro, você sente-se amado quando recebe “símbolos visuais de amor”, isto é, algo que seja físico e reflita os seus valores, a escolha deliberada do mimo e os benefícios emocionais do ato de presentear.

Dica: Pequenos gestos já celebram o relacionamento e ajudam a lembrar que a pessoa amada estava pensando em você como, fazer um brownie “só porque” é a marca de um momento gostoso vivido pelo casal.

  1. Toque físico

As pessoas que comunicam sua apreciação por meio do toque físico como uma de As 5 Linguagens do Amor, consentem que a intimidade seja incrivelmente afirmativa e sirva como um poderoso conector de afeição, enquanto estão de mãos dadas, abraçados, beijados e acariciados, com sensação de calor humano e aconchego.

Dica: Cá entre nós, essa linguagem do amor é agradavelmente fácil de satisfazer e não envolve muito planejamento, esforço ou dinheiro.

De fato, todo relacionamento é um lugar de transformação e crescimento e As 5 Linguagens do Amor são ferramentas úteis para melhorar a forma como vivenciamos o amor.

Mas, para um bom entendedor, o trabalho não deve parar por aí!

Quer ir mais a fundo nesse assunto? Compre o livro aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s