Casamento às Cegas: descubra as polêmicas deste reality

A primeira temporada brasileira do reality show Casamento às Cegas, baseada na produção norte-americana Love Is Blind, original da Netflix, chegou no final de Outubro de 2021.

A premissa inusitada do programa é um experimento onde os participantes vivenciam o processo de conhecer alguém, se apaixonar, casar e conviver juntos, fora da sequência tradicional.

Para tanto, os casais criam uma conexão apenas pela afinidade inicial, e só depois se descobrem pessoalmente e tentam firmar o relacionamento.

Dessa forma, a maior parte do engajamento da série não está no pedido de casamento ou na lua de mel em si, mas nos momentos em que eles começam a ter uma vida juntos, conhecendo família, amigos e a casa do pretendente.

No decorrer de suas atuações, seja na versão estadunidense quanto na versão nacional, há mais conflitos do que momentos prazerosos.

Afinal, ninguém disse que a convivência e casamento são coisas fáceis, muito menos nessa situação, não é mesmo?

Confira a seguir mais detalhes sobre o Casamento às Cegas e responda, até o final da leitura, se o amor é realmente cego, como o próprio nome em inglês do reality diz!

Qual a proposta do Casamento às Cegas?

Ao assistir Casamento às Cegas, verá homens e mulheres terem suas primeiras conversas em cabines, separados por uma parede, logo, sem qualquer contato visual uns com os outros.

Somente quando as mesmas pessoas sentirem que “deu match”, a dupla formada pode escolher se irá noivar e seguir para as próximas etapas do programa.

E mais: esse pedido de casamento acontece ainda antes do primeiro contato pessoal, com trocas de juras de amor, segundo a nossa edição apresentada pelos atores Camila Queiroz e Klebber Toledo.

Aí sim, na segunda fase do Casamento às Cegas, os recém apaixonados se encontram pessoalmente, partem para uma inesquecível lua de mel, seguida de quatro semanas coladinhos, distribuídas entre romance, trabalho, interações com seus vínculos afetivos e todos os preparativos até o grande dia.

Vale a pena assistir?

Cameron Hamilton e Lauren Speed ainda estão casados

Quem for conferir os episódios de Casamento às Cegas com as expectativas do original, irá gostar da experiência e, com certeza, apostar sobre quem vai ficar junto e quais são os casais mais prováveis a terem o relacionamento estremecido.

Que o novo reality se transformou em um fenômeno nas redes sociais e é uma grande sacada de entretenimento com foco na diversidade, como incluir pessoas com corpos fora do padrão e de diferentes etnias, não há dúvidas.

Mas o que muita gente não reparou é que a atração nos transmite algumas lições que valem a pena serem refletidas.

  • Respeite o curso e o tempo de cada processo

Como vimos, toda a dinâmica do Casamento às Cegas gira em torno da desordem das etapas de uma relação até quando eles precisam dar “sim” ou “não” no altar, em frente à família, amigos, convidados, e às câmeras, é claro.

Se você acha que as chances de isso dar certo são baixas, acertou: apenas um dos seis casais que chegaram ao altar teve um final feliz.

  • Busque pessoas com os mesmos valores que os seus

O reality Casamento às Cegas mostrou que as relações humanas começam com uma boa conversa e exposição de visão de mundo.

Não é à toa que impedidos de se deixarem levar somente pela aparência física, os participantes tiveram muito tempo para afinar os gostos, o respeito à família, o empenho em causas sociais e raízes culturais, por exemplo.

  •  Não tome decisões importantes movida pelo impulso

O maior obstáculo dos participantes do Casamento às Cegas eram os sentimentos à flor da pele.

Além da promessa que cada um idealizava acerca da cara metade ideal, o contexto produzido na fase da proposta de casamento, de um ambiente aconchegante, com doses de drinks e afins, era propício às emoções não pensadas.

Por isso, as grandes decisões não devem ser tomadas no calor do instante.

Agora a polêmica que não quer calar em Casamento às Cegas: o amor é cego? Sem filosofar muito, quem ama de verdade é quem melhor enxerga o ser amado, e vê todos os seus lados e possibilidades, coisa que raramente enxergamos nos desconhecidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s