Almas gêmeas, apenas um mito ou existe alguma verdade?

Almas gêmeas é assunto polêmico nos dias de hoje. Há quem veementemente refute a ideia de que isso possa existir, mas há também quem vive histórias que são de amolecer a razão!

Segundo a mitologia grega, os humanos foram originalmente criados com quatro braços, quatro pernas e uma cabeça com duas faces. Acreditava-se que eram criaturas fortes, destemidas e audaciosas, a ponto de ameaçarem destronar os deuses do Olimpo.

Buscando precaver-se, Zeus decidiu dividir os humanos em duas partes, condenando-os a passar suas vidas em busca de suas outras metades.

A partir daí, a natureza física e psíquica de cada humano sentiria um desejo ardente de ser completada por outra com a mesma sintonia, surgindo assim a noção alma gêmea.

De acordo com essa crença, quando essas duas metades se encontram existe uma compreensão imediata e silenciosa uma da outra, elas se unem em perfeita harmonia, gerando uma sensação de aconchego e equilíbrio.

Nunca saberemos se é somente um mito ou se há alguma verdade nessa ou em outras histórias sobre almas gêmeas.

O que, porém, não dá para negar é a semelhança entre os relatos de pessoas que afirmam terem encontrado sua cara-metade: “É como se nos conhecêssemos há anos”. “Assim que o/a vi pela primeira vez, senti que pertencíamos um ao outro”. “Ela/e sabe exatamente o que penso.” “Eu o/a escolheria de novo em todas as vidas”…

Portanto, ainda que seja mais fácil perder a fé, que pareça normal acomodar-se a relacionamentos disfuncionais ou por conveniência, que seja arrojado optar por uma vida solitária ou mesmo que pese as decepções já vividas… meu desejo é que pelo menos alguns sigam corajosamente trilhando o caminho, às vezes sinuoso, do amor; acreditando que existe sim um lar honesto para acomodar o coração e as esperanças de cada alma.

Afinal, é certo que muitas fantasias jamais se tornarão realidade, mas é certo também que muitas realidades começaram com uma despretensiosa fantasia.

E vamos combinar? A vida por si já é muito dura para voluntariamente acrescentarmos o peso de não acreditar em um pouco de magia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s